quarta-feira, setembro 16, 2009

COMÉRCIO CRIMINOSO VENDA DE ÓRGÃOS HUMANOS

Gaúchos colocam órgãos à venda pela internet

Reportagem negociou compra de rins no Interior e na Região Metropolitana

Como se fosse um simples negócio, gaúchos anunciam pela internet a venda de órgãos do próprio corpo para transplantes.

Ofertas de rins, parte do fígado e medula óssea são feitas pela internet – na maioria, por jovens –, por meio de fóruns de discussão, sites de relacionamentos e blogs. Os textos dos anúncios deste comércio ilegal trazem informações como tipo sanguíneo, idade e outros detalhes do doador, como se é fumante ou se faz exercícios físicos. Foi em um destes classificados online que a equipe do Teledomingo, da RBS TV, entrou em contato com dois gaúchos no mês passado.

Depois de trocas de e-mails e de contato telefônico, a reportagem marcou encontros com os supostos doadores. Um deles mora no município de Ibirubá, a 298 quilômetros de Porto Alegre, no noroeste do Estado. O jovem de 27 anos trabalha na construção civil. Em uma lan house, ele anunciou na internet a doação de um dos rins em troca de R$ 150 mil. O encontro foi no centro do município e gravado com uma câmera escondida.

– Ofereci meu rim porque vi que tem outros anúncios na internet. Tô precisando de dinheiro. Com isso, ajeito minha vida – alega o doador.

O jovem, desconfiado, disse que já havia recebido propostas por e-mail, mas de pessoas que moram em outros Estados. Segundo ele, o negócio só não foi concretizado porque o tipo sanguíneo não era compatível.

– Não sei como faço para realizar o transplante. Se tiver que fazer os exames, faço e mando pelo correio. As despesas são por tua conta – completa o suposto doador.

Dois dias depois, em Alvorada, na Região Metropolitana, a reportagem falou com outro doador. Ele oferece um dos rins em um site de Portugal. O homem de 41 anos é vigilante e se dispõe a fazer o transplante por 30 mil euros (cerca de R$ 79.500).

– Nunca imaginei que alguém daqui iria me procurar. Sei que tem muita gente do Exterior que procura e paga por órgãos para transplante. Por isso, coloquei em um site de Portugal – explica.

O vigilante, também sem saber que estava sendo gravado, disse que precisa de dinheiro para comprar uma casa, mas sabe que a oferta é ilegal.

– Tem que ser numa clínica particular, né, véio? O SUS não faz estes negócios. Tu dá metade do dinheiro quando eu estiver na mesa de cirurgia, e a outra metade, quando terminar – completa.

Lei brasileira permite doação entre familiares

No Brasil, quem precisa de transplante deve esperar em uma fila controlada pelo Ministério da Saúde. Para evitar qualquer tipo de comércio, a lei brasileira diz que a doação entre vivos só poderá ser feita entre marido e mulher, parentes de sangue até quarto grau ou por qualquer outra pessoa mediante uma autorização judicial.

Desembargador do Tribunal de Justiça (TJ) do Estado e integrante da Associação Rio-Grandense de Bioética, Alexandre Mussoi Moreira explica que qualquer comercialização de órgãos ou tecidos do corpo humano é crime previsto em lei, e as penas variam de dois a oito anos de prisão. Para despistar esse controle, os comerciantes de seus próprios órgãos dizem ter a solução: afirmam que podem se apresentar como parentes distantes ou amigos íntimos da família.

O presidente da Rede Latino-americana e do Caribe de Bioética da Unesco, Volnei Garrafa, acompanha casos no mundo e alerta para a vulnerabilidade da lei.

– A legislação brasileira atual permite a doação de órgãos entre pessoas vivas mesmo não sendo parentes, mediante autorização judicial, o que é um absurdo. A doação inter-vivos deveria se dar somente entre familiares muito próximos como, pais e filhos, irmãos, marido e mulher, por exemplo. Quem tem dinheiro e precisa, compra. Os pobres vendem. Precisamos rever esta lei. Se mais pessoas doarem, não haveria oferta, nem procura.

fabio.almeida@rbstv.com.brFÁBIO ALMEIDA | RBS TV No Zero Hora

5 comentários:

vaz disse...

nao acho crime, e sim necessidade de dinheiro e de querer e poder ajudar a quem estiver disposto a pagar, pois estou pondo um rins meu a venda quem se interessar é so entrar em contato vaznilton@hotmail,com preço a combinar cirurgia por conta do comprador, urgente

vaz disse...

é isso ai quem precisar estou aqui para ajudar e ser ajudado abraços

claudia disse...

gostaria de vender um rin informações:gasparzinho.2012@hotmail.com

Margityres mundial disse...

estou vendendo meu rim ,sou super saudavel peso 92 kgs 38 anos nunca fumei e bebi.sangue b positivo

Doctorwalter Walter disse...

Bem-vindo à clínica Doutor Walter. Você quer vender seu rim ou outros órgãos se sim se candidatar a uma venda hoje e você vai ser dada a máxima satisfação que você me need.Contact através do email: doctorwalterclinic@gmail.com